novos métodos de construção

Novos Métodos de Construção: Impressão 3D e Construção Modular

As inovações tecnológicas têm impactado de maneira significativa a Indústria da Engenharia  Civil, tanto por meio de novas ferramentas, quanto por novos métodos de construção. Rápida ou gradativamente, vemos que, conforme o homem desenvolve seu conhecimento  científico – seja este em qual nicho for -, a Construção Civil também é aperfeiçoada. A exemplo disso, ressalta-se o emprego da Automação Residencial na rotina de  projetos de um Engenheiro ou de uma Engenheira. 

Nesse cenário, dentre tantas novidades promovidas pela Evolução na Engenharia Civil,  queremos te apresentar à Engenharia Modular e às Impressões 3D, que passam a ser cada vez  mais consideradas pelos e pelas profissionais da área. 

Diferentemente das metodologias construtivas comuns, esses novos métodos têm como  diferencial a sua maior industrialização e rapidez, além de uma menor geração de resíduos, tornando-se, também, uma alternativa mais sustentável às convencionais.

Impressão 3D

Se você pensa que a impressão 3D é uma atividade recente no mercado, queremos te dizer que,  na verdade, essa ideia veio à tona por meio do engenheiro Chuck Hull, em 1984. O norte americano trabalhava em uma empresa que usava luz UV para sobrepor camadas finas de  plástico sobre mesas e móveis.  

Com a demora de meses do processo, Hull teve a ideia de construir uma máquina que pudesse  fazer essa sobreposição de maneira ágil e com uma memória gerada pela luz. Claro, a  inferioridade de tecnologia da época impedia que os resultados fossem tão expressivos e tão  cheios de sucesso como são atualmente, mas, ainda assim, tiveram repercussão e resultaram,  então, no que conhecemos, hoje, pela impressora 3D.  

Conforme o anseio do homem por eficiência e rapidez aumentou, o avanço nas impressões  tridimensionais foi significativo. Também chamada de manufatura aditiva, os principais produtos  da técnica são aplicados na medicina, como implantes, e na indústria, como ferramentas e  acessórios de construção.

impressão 3d
Homem imprimindo um objeto em 3D.

A Impressão 3D e a Engenharia

Por mais fascinante que já seja a possibilidade de imprimir objetos em três dimensões, o que você pode não saber é que a impressão 3D também está relacionada à Engenharia Civil, quando  se fala em edificação de casas – e é exatamente a isso que queremos te apresentar neste  artigo.  

Na Indústria Civil, o método de construção aditiva se fortalece, ultimamente, tanto pela inovação e desenvolvimento das tecnologias quanto pelas suas vantagens em relação aos  métodos construtivos usuais. Essa tecnologia ainda promete revolucionar também a Arquitetura, dando ainda mais liberdade de formas complexas para os arquitetos e transformar a estruturação dos lares tradicionais.  

Assim como a impressão bidimensional, a impressão em 3D também exige um projeto  esquematizado pelo computador, mas a principal diferença é o material impresso – é uma  mistura especial de concreto. Em relação à construção, o resultado da técnica é expressivo: custo reduzido, sobretudo, pela menor necessidade de mão de obra, e redução de resíduos.  Além disso, ainda existe uma maior rapidez na construção da casa, por utilizar um único composto na sua construção.

Impressão de casas em 3D pelo mundo

Atualmente, em diversos cantos do mundo isso já é realidade. A empresa chinesa Yingchuang Building Technique, por exemplo, foi fundada em 2003 e, desde então, investe na construção  residencial pela impressão tridimensional. Além da China, os Estados Unidos, a Bélgica e a  Holanda -com a construção de um condomínio de 5 casas – também têm seu espaço neste  mercado.

novos métodos de construção
Casa impressa. Disponível em: http://www.jetsongreen.com/2014/07/3d-printed-homes-made-in-china.html

Da mesma maneira, o pioneirismo latino americano – e brasileiro! – foi estrelado pela engenheira  Juliana Martinelli, comandante da startup InovaHouse3D. A casa está localizada em Macaíba,  região metropolitana de Natal – RN. 

Para que a construção das paredes fosse possível, foi necessária a utilização de um composto de  cimento alterado, semelhante à argamassa, com adição de outras substâncias. Dessa maneira, o material chega à consistência adequada para ser impresso.  

De acordo com Martinelli, para o jornal Gazeta do Povo, os custos podem ser reduzidos, em média,  de 20% a 50%, sendo que com a produção de casas em escala, o valor dos equipamentos também  pode ser diminuído. A engenheira ainda diz que projetos semelhantes foram orçamentados com  valores até 80% menores, em territórios internacionais. O resultado no Brasil foi uma casa de  66m², construída em apenas 48 horas.  

Para mais detalhes sobre a construção de casas por meio da impressão em 3D, confira este vídeo,  da empresa belga Kamp C, que mostra, com detalhes, o processo da edificação.

Construção Modular

Também conhecida por Engenharia Modular, a Construção Modular Pré-fabricada é um  processo que foi inventado na Europa e obteve bastante sucesso em uma variedade de  países, especialmente nos mais desenvolvidos e industrializados. Ela veio para aproximar a  Engenharia Civil das tecnologias do século 21, se comparado aos métodos habituais. Apesar de a  construção modular não ser expressivamente moderna, as tecnologias atuais, como o BIM,  permitiram que esse método ganhasse mais espaço no mercado. Nesse artigo, discutiremos  algumas das suas vantagens e o porquê de ela estar revolucionando a Engenharia Civil.

novos métodos de construção
Guindaste levantando módulo de uma construção.

A construção modular pré-fabricada é uma das muitas inovações que a indústria 4.0 trouxe para as engenharias. Ela tem como objetivo otimizar e aumentar a qualidade dos produtos da  Engenharia Civil. Como o próprio nome induz, o método consiste em um modelo de construção modular, que baseia-se na utilização de “blocos” ou partes de cômodos pré-fabricados e padronizados que, posteriormente, no campo de obras, são agrupados e completam a estrutura.  Esses módulos, porém, são fabricados em uma linha de montagem Offsite (fora do canteiro) em  uma fábrica. Assim, permitindo um maior controle sobre a estrutura, maior segurança dos  trabalhadores e redução significativa dos resíduos gerados, além de um trabalho com melhor qualidade de produção e entregue mais rapidamente.  

Os materiais que podem ser empregados são diversos – Containers, Wood Frames, Steel  Frames, painéis de concreto armado, entre outros. Tudo isso é produzido dentro de uma fábrica com uma linha de montagem em grande escala, reduzindo, assim, os custos e os prazos da  obra.

As vantagens da Engenharia Modular

Ao contrário do que se pensa, a construção modular apresenta uma vasta gama de  aplicabilidades e oportunidades, nas quais é possível construir casas de luxo, prédios,  barracões, hospitais e grandes complexos, além das casas convencionais. Isso ficou evidente na pandemia de covid-19, quando vários hospitais, tanto nacional quanto internacionalmente, foram construídos por meio de tal sistema, devido a sua agilidade e facilidade de construção. Assim, nota-se o quão promissor é esse método construtivo e como tem sido considerado por  engenheiros e engenheiras.

engenharia modular
Hospital construído pelo método de Engenharia Modular. Foto: Governo do Rio.

Futuro da Engenharia Civil

O futuro ainda é incerto, uma vez que, anualmente, inovações surgem para revolucionar o  mercado. Entretanto, é impossível negar o fato de que tanto a Engenharia Modular quanto a  Impressão de casas em 3D têm revolucionado a Engenharia Civil, e podem continuar no futuro não, apenas, como métodos, mas, também, como base para possíveis novidades na área. E nós da Alcance nos comprometemos a trazer essas inovações por aqui!

Gostou de conhecer esses novos métodos de construção e suas vantagens? Quer saber mais sobre outros assuntos relacionados à Engenharia? Acesse o nosso blog e não se esqueça de compartilhar com quem não pode perder isso!

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?